Blog de Sátiro


07/03/2010


Estou no computador, trocando energias virtuais com uma máquina. Lá fora o gato me chama para abrir a porta, não vou atendê-lo tão breve, deixo o bicho sofrer mais um pouco. Quer voltar para o seu conforto, agora que a luz do sol começa a anunciar o domingo. Quisera como ele eu ter ido aproveitar a noite de sábado, como ele degustado todos os tipos de caça, como ele ter-se deixado levar pelo instinto permissivo da noite de sábado...

Enquanto virtualizo acordado, meu gato, melhor do que eu realiza seus intensos instintos animalescos. Meu gato será mais feliz do que eu? Ao saltar seus muros, subir pelas paredes, passear sobre  os telhados, cortar a noite com seu miado estridente, sabe-se se de dor ou prazer ao ter-se com as fêmeas... E eu aqui, sem dor, nem prazer, apenas ouvindo seu miado acompanhado pela luz do sol que consegue penetrar nas frestas da janela...

E eu aqui, sem nada estridente, sem aventura, sem realidade, correndo mais um domingo, mais um dia no mês de março... sem saber de mim mesmo estando aqui tão perto...

Já me soube mais quando era mais imaturo... Hoje meu gato sabe mais do que eu...

Vou abrir a porta, deixá-lo se alimentar, descansar... Afinal o meu amor por ele é maior do que meu despeito...

 

Escrito por Sátiro às 07:51:45
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Perfil



Meu perfil
BRASIL, Sudeste, GUAIRA, Homem, de 26 a 35 anos, French, English, Livros, Cinema e vídeo, internet
MSN - zaglui@hotmail.com

Histórico